Tratamento de Oncologia gratuito

02/08/2010

Fonte: http://www.observasaude.sp.gov.br/Lists/noticias/DispForm.aspx?ID=36

Equipe de Oncologia da Faculdade de Medicina do ABC disponibiliza tratamento de todos os casos oncológicos gratuitamente

FACULDADE DE MEDICINA DO ABC
 
 

A Equipe de Oncologia da Faculdade de Medicina do ABC informa que, além do tratamento de todos os casos oncológicos inteiramente grátis, estão com protocolo novo para câncer de pulmão e mama, com novos medicamentos que ainda não estão disponíveis no mercado e que estão dando uma nova perspectiva no tratamento destas duas neoplasias.
 
 Caso vocês conheçam alguém que tenha um destes dois tipos de tumores e queiram fazer o uso deste novo protocolo, poderão indicar esta equipe, pois o tratamento, além de gratuito e inédito, faz parte de projeto multicêntrico mundial.
 
 

Endereço: Centro de Pesquisa em Oncologia     

Av. Príncipe de Gales, 821 – anexo 3 – Oncologia.  

Santo André SP (Prédio da Faculdade)  

Fone: (11) 4993.5491

É necessário marcar/agendar consulta


Sopas: esquente-se com elas e mande os quilos embora

17/05/2010

Há opções leves, mas não é toda sopa que é amiga da dieta

Fonte: http://minhavida.com.br/conteudo/11285-Sopas-esquentese-com-elas-e-mande-os-quilos-embora.htm?utm_source=news_mv_alim&utm_medium=10_05_17&utm_campaign=sopa_dieta

Vem chegando o inverno e a vontade de se esquentar se estende à alimentação: bebidinhas quentes, doces, sopas. Nessa onda, a tendência é engordar. Mas os caldinhos que tanto agradam não precisam ser vilões na sua dieta.

“A sopa é benéfica para quem busca emagrecer porque a maior quantidade de água traz uma sensação de saciedade, além de contribuir para a digestão”, diz a nutricionista da Unifesp Myriam Najas. Entretanto, a sopa não é garantia de perda de peso, e nem sempre é uma opção magra.

O ideal é que não contenha muitas carnes, massas, óleo no preparo, temperos artificiais e queijo. Mas também não precisa ser aguada nem sem graça: se você quiser engrossá-la e deixá-la mais nutritiva, vale bater no liquidificador ou acrescentar apenas alguns vegetais batidos ao caldo. “Na compra dos ingredientes sempre utilize que estejam na safra e de preferência orgânicos. Durante a preparação nunca jogue a água do cozimento fora , esta caldo é rico em nutrientes”, explica a nutricionista Lidiane Martins. Evite o pão como acompanhamento, e caso queira consumi-lo utilize o pão integral. Ervas aromáticas darão o toque especial e adicionam mais sabor e nutrientes.

Se você vive correndo contra o tempo, vale sim colocar macarrão instantâneo, em vez do tradicional, mas evite o tempero que vem com ele, pois contém muito sódio. “As sopas prontas em pó também levam edulcorantes demais, o que acrescenta uma dose de sódio nada saudável à sua dieta“, explica Myrian.

Pode todo dia?

Não é recomendável ingerir sopa diariamente, pois isso pode afetar sua mastigação: “a mastigação também faz parte do processo de digestão, é como se ela avisasse o organismo que há um bolo alimentar chegando. Sendo assim, ingerir muito alimento líquido pode, a longo prazo, tornar seu intestino mais lento”, diz Myrian. Então, nada de apelar para a dieta das sopas!

Uma ótima alternativa, recomenda a nutricionista, é colocar a sopa como a entrada da refeição principal, como se fosse a salada – rejeitada por muitos nas épocas mais frias. Mas ela deve conter uma boa quantidade de legumes e verduras para ser uma boa substituta. Assim, de quebra, você mata a fome e come menos na refeição principal. Confira receitas que prometem quebrar o gelo deste inverno e dar uma mãozinha à sua dieta.

Sopa de Brócolis
Receita cedida por Lidiane Martins

Ingredientes
4 xícaras de brócolis picado.
1 xícara de cebola picada.
1 colher (sopa) de azeite de oliva
1 colher (sopa) de missô (pasta de soja fermentada)
2 xícaras de leite desnatado.
2 colheres de sopa de maisena.
1/4 de colher de chá de sal marinho .
Tomilho.

Modo de preparo

Dissolva o missô em água quente para formar um caldo Colocar os vegetais em uma panela com água. Colocar para ferver coberto em fogo baixo, (nesse momento também junte a água do caldo dissolvido – missô). Cozinhar até que os vegetais fiquem macios (em torno de 8 minutos). Misturar o leite, maisena e tomilho aos vegetais cozidos. Mexer constantemente até que a sopa esteja levemente espessa e a mistura esteja começando a entrar em ebulição.

Sopa de cenoura com gengibre
Receita cedida por Myrian Najas

Ingredientes
4 cenouras médias bem cor de laranja
1 colherzinha de café de gengibre fresco ralado
1 pitada de noz moscada
1 pedaço de salsão
1 cebola
1 col de sopa de azeite
sal a gosto

Modo de preparo
Colocar tudo para cozinhar em panela de pressão, bater com o mixer na própria panela ou no liquidificador, verificar se a consistência está cremosa. Caso esteja muito líquida ou muito densa, acertar com água, fervendo mais um pouco.

Sopa Creme de Palmito com alho-poró
Receita cedida por Lidiane Martins

Ingredientes
1 colher (sopa) de missô
1 xícara (chá) de alho poró picado
300 gr de palmito em cubos pequenos
1 copo(s) de leite desnatado
1 colher(es) (chá) de amido de milho
Sal marinho a gosto
1 unidade de cebola picada
1 xícara (chá) de salsinha picada

Modo de preparo
Dissolva o missô em água quente para formar um caldo Em outra panela , juntar o missô (dissolvido), o palmito, o alho -poró e os temperos. Ferver estes ingredientes com a panela tampada por cinco minutos. Acrescentar na preparação o amido dissolvido no leite. Ferver até engrossar,acrescentar a salsinha.


O esporte melhora a concentração, abaixa o peso e até aumenta a libido

31/03/2010
Seu corpo dá 13 motivos para você começar a correr já
Correr sempre foi seu sonho. Mas a falta de tempo, o fôlego curto e a preguiça acabam adiando até a passadinha no shopping para a compra de um tênis novo. Você nem imagina o que está perdendo , afirma Valéria Alvim, especialista em fitness do Minha Vida. Esse esporte é uma atividade física completa, que faz bem ao corpo todo.
Duvida? Então confira abaixo a lista de benefícios que o exercício proporciona a você. Mas não se deixe enganar: para usufruir de tudo isso, é necessário dar piques regulares. O ideal para quem está começando é correr em dias alternados, de três a quatro vezes por semana, e fazer outra atividade aeróbia como bicicleta e natação nos outros dias , sugere Valéria. Se você já corre há muito tempo, vale fazer treinos mais puxados e específicos de três a quatro vezes por semana e treinos moderados ou leves nos outros dias.
A personal trainer informa que o tempo também pode variar de acordo com o condicionamento físico do aluno, as necessidades e os objetivos dele. Mas é possível ter benefícios com 30 a 60 minutos a cada prática. Em todos os casos, entretanto, a musculação e os alongamentos são essenciais para dar um bom suporte ao corpo, além de ajudar a melhorar a performance na corrida , completa. E, antes de começar, não deixe de ir ao médico e fazer uma avaliação física. Isso vai prevenir lesões e outros problemas de saúde que podem prejudicar a sua motivação.
1. Coração: a corrida exige que o coração aumente o fluxo de sangue para todo o corpo. As fibras do músculo se fortalecem e a cavidade aumenta. Há uma hipertrofia excêntrica do miocárdio (alteração na parede e na cavidade do ventrículo esquerdo) melhorando a ejeção sanguínea. Desta forma o coração bombeia mais sangue com menos batidas, se tornando mais eficiente.
Com o aumento da circulação sangüínea pelo corpo, cresce a entrada de oxigênio nos tecidos.
2. Pulmões: correr faz com que o volume de ar inspirado seja maior, aumentando a sua capacidade de respiração. Há também um aumento da quantidade de oxigênio absorvido do ar atmosférico.
3. Ossos: estimula a formação de massa óssea, aumentando a densidade óssea evitando problemas como a osteoporose.
4. Pressão arterial: correr estimula a vasodilatação, o que reduz a resistência para a circulação de sangue. Há trabalhos específicos para alunos hipertensos, como trabalhar a velocidade em terrenos planos. Uma maneira de diminuir a sua pressão é trabalhando a velocidade em terrenos plano.
5. Cérebro: aumenta os níveis de serotonina, neurotransmissor que regula o
sono e o apetite. Em baixas quantidades, essa substância está associada ao surgimento de problemas como a depressão.
6. Peso: quanto maior a intensidade do exercício maior a queima calórica e de gordura. A corrida ajuda a gastar muitas calorias, favorecendo a perda ou manutenção do seu peso. Em uma hora de treino, um atleta chega a queimar até 950 calorias.
7. Colesterol: diminui os níveis de LDL (colesterol “ruim”). Corredores de
longas distâncias têm o nível mais alto de HDL (colesterol bom ), encarregado de transportar os ácidos graxos no sangue e de evitar o seu depósito nas artérias.
8. Estresse: com a corrida, há liberação do hormônio cortisol, aliviando o estresse e a ansiedade.
9. Sono: fazer atividade física, melhora a qualidade de sono. Correr faz a pessoa dormir melhor. Após o exercício, o corpo libera endorfina, substância que provoca a sensação de bem-estar e ajuda a relaxar.
10. Músculos: a corrida ajuda a melhorar a resistência muscular e também queima a gordura dos tecidos musculares, deixando-os mais fortes e definidos.
11. Rins: com o aumento da circulação, há também uma melhora da função dos rins, que filtram o sangue e reduzem o número de substâncias tóxicas que circulam pelo corpo.
12. Articulações: correr torna a cartilagem das articulações mais espessa, o que protege melhor essas regiões tão frágeis do nosso corpo.
13. Aumenta a libido: após 30 minutos de corrida, há um aumento da testosterona que permanece assim, por mais uma hora aproximadamente. No caso das mulheres, também há um aumento dos hormônios relacionados ao desejo, além de aumentar a auto-confiança.
Minha opinião
Eu sempre vou lutar para todas as empresas adotar projetos de incentivo ao esporte. Os usuários dos esportes tem uma qualidade de vida bem acima dos sedentários, tire duas horas do seu dia para cuidar de sua saúde, tenha amor por sua saúde.


Compulsão por gordura funciona como vício em cocaína, diz estudo

31/03/2010
Uma pesquisa publicada esta semana afirma que os mecanismos do corpo que provocam vício em drogas são os mesmos que geram a compulsão por comer alimentos calóricos.
A pesquisa feita pelo Scripps Research Institute, no Estado americano da Flórida, afirma que, assim como o vício em drogas como cocaína, a compulsão por comidas gordurosas – como doces e frituras – é extremamente difícil de ser combatida.
O estudo, realizado com camundongos, mostra que as partes do cérebro que
lidam com o prazer deterioram-se gradualmente na medida em que o consumo vai aumentando.
Essas regiões do cérebro vão respondendo cada vez menos aos estímulos, o que fez com que os camundongos comessem cada vez mais, tornando-se obesos.
O mesmo teste foi realizado com heroína e cocaína, e os ratos responderam da mesma forma.
Obesidade
Para o cientista Paul Kenny, que coordenou a pesquisa de três anos, uma dieta com alimentos gordurosos possui elementos que viciam.
“No estudo, os animais perderam completamente o controle sobre seu hábito de alimentação, o primeiro sinal de vício. Eles continuaram comendo demais mesmo quando antecipavam que receberiam choques elétricos, mostrando o quão estimulados eles estavam para consumir a comida.”
A experiência foi feita com alimentos que provocam obesidade se consumidos em excesso, como bacon, salsichas e cheesecakes. Os animais começaram a engordar imediatamente.
O cientista relata que quando a dieta foi trocada por alimentos mais saudáveis, alguns deles se recusaram a comer e preferiram não se alimentar.
Prazer
Depois de analisar o resultado da pesquisa com camundongos, Kenny e sua equipe estudaram os mecanismos que provocam a compulsão.
O receptor D2 responde à dopamina, um neurotransmissor que está relacionado à percepção de prazer – como o provocado por comida, sexo ou drogas.
Quando há excesso no consumo de drogas como cocaína, por exemplo, o cérebro é “inundado” com dopamina, aumentando a sensação de prazer. Um processo semelhante acontece com dietas gordurosas. Com o tempo, no entanto, o cérebro recebe menos dopamina.
A pesquisa foi publicada neste domingo no jornal Nature Neuroscience.
Minha opinião
Toda ação resulta em uma reação, volto a dizer todos os ensinamentos devem ser desde pequeno, os pais precisam se concientizar que uma ótima alimentação na infância trará bons resultados para o resto da vida.
Procure sempre alimentação balanciada, com horários, e receitas saudáveis.

Dengue: Faça o repelente dos pescadores em casa

04/03/2010

Senhores, volto a insistir, com tanta chuva, está sendo impossível controlar poças d’água e criadouros, como sabem. Estou fazendo um trabalho de formiguinha e está dando certo. Este repelente caseiro, ingredientes de grande disponibilidade, fácil de preparar em casa, de agradável aroma, econômico.

Em contato com pessoas, tenho notado que não se protegem,estão reclamando que crianças estão cheios de picadas. Tenho distribuído frascos como amostra, todos estão aderindo. Já distribuí 500 frascos e continuo. Mas, sou sozinha, trabalhando com recursos próprios, devido ao grande número de casos de dengue, não consigo abranger.

Gostaria que a SUCEN sugerisse aos municípios distribuir este repelente( numa emergência) nos bairros carentes com focos da dengue, ensinando o povo para futuramente preparar e usar diariamente, como se usa sabonete, pasta de dente. Protegeria  as   pessoas e ao mesmo tempo, diminuiria a fonte de proteína do sangue humano para o Aedes maturar seus ovos, atrapalhando assim, a proliferação. Não acham que qualquer ação que venha a somar nesta luta deveria ser bem vinda?

Dengue: Faça o repelente dos pescadores em casa
1/2 litro de álcool;
– 1 pacote de cravo da Índia(10 grm);
– 1 vidro de óleo de nenê(100ml)

Deixe o cravo curtindo no álcool uns 4 dias  agitando, cedo e de tarde;

Depois coloque o óleo corporal(pode ser de amêndoas,camomila,erva-doce,aloe vera).

Passe só uma gota no braço e pernas e o mosquito foge do cômodo. O cravo espanta formigas da cozinha e dos eletrônicos, espanta as pulgas dos animais.

O repelente evita que o mosquito sugue o sangue, assim, ele não consegue maturar os ovos e atrapalha a postura, vai diminuindo a roliferação. A comunidade toda tem de usar, como num mutirão. Não forneça sangue para o Aedes aegypti!

Ioshiko Nobukuni – sobrevivente da dengue hemorrágica

 nobukunister@gmail.com

Minha opionião
Só depende de nós o controle da dengue, faça um pente fino em seu quintal.


Hospital maçônico dos olhos em Sorocaba

04/03/2010

Leia e repasse

O jornal da rede globo mostrou uma reportagem sobre o hospital dos olhos de Sorocaba. Esse hospital é da maçonaria, sem fins lucrativos.

Ele é conveniado com o SUS, e tem capacidade para realizar cerca de trezentos transplantes de córneas por mês, pois há um estoque de córneas suficiente para a realização dos mesmos, entretanto, esse hospital está realizando somente cerca de cento e vinte transplantes por mês, devido à falta de pacientes.

As córneas não utilizadas estão sendo jogadas fora por passarem do tempo de utilização / validade!

Repassando de mão em mão  este e-mail poderá cair na mão de alguém que conheça uma pessoa que está à espera de córneas.

Ela entra em contato com o hospital oftalmológico de Sorocaba – SP

Telefone –  (15) 3212-7009  (15) 3212-7009 – de 2ª a 6ª feira

Atenciosamente,

Dr. Eduardo Bezerra – médico

Por favor, repassem esta informação. Você pode não estar precisando, mas sempre há alguém necessitando.


Os fumantes estão respeitando a lei anti fumo nos restaurantes

28/02/2010

Fonte: http://www.leiantifumo.sp.gov.br/portal.php/lei

Desde a implantação da lei 13.541 anti fumo, os usuários de restaurante do estado de São Paulo estão respeitando a lei.

No dia 7 de agosto de 2009, o Estado de São Paulo deu um importante passo em defesa da saúde pública. Com a nova legislação antifumo, fica proibido fumar em ambientes fechados de uso coletivo como bares, restaurantes, casas noturnas e outros estabelecimentos comerciais. Mesmo os fumódromos em ambientes de trabalho e as áreas reservadas para fumantes em restaurantes ficam proibidas. A nova legislação estabelece ambientes 100% livres do tabaco.

A medida acompanha uma tendência internacional de restrição ao fumo, já adotada em cidades como Nova York, Londres, Paris e Buenos Aires. Inúmeros estudos realizados comprovaram os males do cigarro não apenas para quem fuma, mas também para aqueles que se vêem expostos à fumaça do cigarro. É principalmente a saúde do fumante passivo que a nova lei busca proteger. Segundo dados da OMS (Organização Mundial de Saúde), o fumo passivo é a terceira maior causa de mortes evitáveis no mundo.

A nova lei restringe, mas não proíbe o ato de fumar. O cigarro continua autorizado dentro das residências, das vias públicas e em áreas ao ar livre. Estádios de futebol também estão liberados, assim como quartos de hotéis e pousadas, desde que estejam ocupados por hóspedes. A responsabilidade por garantir que os ambientes estejam livres de tabaco será dos proprietários dos estabelecimentos. Os fumantes não serão alvo da fiscalização.

Para evitar punições, os responsáveis pelos estabelecimentos devem adotar algumas medidas. Entre elas, a fixação de cartazes alertando sobre a proibição, e a retirada dos cinzeiros das mesas de bares e restaurantes como forma de desestimular que cigarros sejam acesos. Devem, também, orientar seus clientes sobre a nova lei e pedir para que não fumem. Caso alguém se recuse a apagar o cigarro, a presença da polícia poderá ser solicitada.

Em caso de desrespeito à lei, o estabelecimento receberá multa, que será dobrada em caso de reincidência. Se o estabelecimento for flagrado uma terceira vez, será interditado por 48 horas. E, em caso de nova reincidência, a interdição será de 30 dias.

Ao proibir que se fume em ambientes fechados de uso coletivo, a lei antifumo estabelece uma mudança de comportamento com reflexos diretos na saúde pública. Mudança que será estimulada por campanhas educativas e fiscalizada pelo poder público. E que terá na colaboração da população uma de suas principais armas.

NÃO PODE FUMAR

No interior de bares, boates, restaurantes, escolas, museus, áreas comuns de condomínios e hotéis, casas de shows, açougues, padarias, farmácias e drogarias, supermercados, shoppings, repartições públicas, hospitais e táxis.

PODE FUMAR

Em casa, em áreas ao ar livre, estádios de futebol, vias públicas, nas tabacarias e em cultos religiosos, caso isso faça parte do ritual. Quartos de hotéis e pousadas, desde que ocupados por hóspedes, estão liberados.

Seguem algumas imagens de marketing anti o uso do tabaco

Minha opinião

Deixo aqui um recado, as mulheres grávidas evitem de fumar durante a gravidez e período de amamentação, homens e mulheres este vício não é bom para sua saúde, faça um grande esforço para largar este vício e pratique esportes.