Morreu o Celso Pitta político que foi apadrinhado politicamente por Paulo Maluff

Saiba um pouco desse carioca que foi “feito politicamente” pelo Paulo Maluf, e um dos poucos políticos que realmente foram“punidos” pela opinião pública. Nem mesmo seu “padrinho” político teve uma pena tão severa, mesmo tendo sido preso por alguns dias, mas voltou novamente à política e hoje é Deputa Federal por São Paulo.

Celso Roberto Pitta do Nascimento nascido no Rio de Janeiro em 29 de setembro de 1946, é formado em economia. Fez mestrado em Economia na universidade de Leeds (Inglaterra) e na de Harvard(EUA).Foi o prefeito da cidade de São Paulo, de 1º de janeiro de 1997 a 26 de maio de 2000 e de 13 de junho a 31 de dezembro de 2000. Foi o segundo negro a ser prefeito da cidade de São Paulo. O primeiro foi o advogado Paulo Lauro, que ocupou o cargo entre 1947 e1948.

Pelo fato de, na época, ainda não existir a possibilidade de reeleição em cargos executivos no Brasil, o então prefeito Paulo Maluf decidiu lançar seu Secretário de Finanças para dar prosseguimento ao seu modo de governar.

Destaca-se a frase “votem no Pitta, e se ele não for um grande prefeito, nunca mais votem em mim”, para demonstrar sua confiança no afilhado político. Foi eleito no segundo turno pelo Partido Progressista (na época chamado Partido Progressista Brasileiro; PPB), derrotando surpreendentemente a candidata do Partido dos Trabalhadores, Luiza Erundina. A vitória de Pitta se deu principalmente ao apoio do prefeito Paulo Maluf, que possuía grande aprovação. Suas propostas envolviam principalmente projetos na área de transporte, como o “fura-fila” (chamado depois de “Paulistão” e de “Expresso Tiradentes”), parcialmente finalizado dez anos depois, ao custo total de 1,2 bilhão de reais.

O mandato foi marcado por suspeitas de corrupção, tendo as denúncias estouradas em março de 2000, relatadas principalmente por sua ex-esposa, Nicéia Pitta, que vinha sendo ameaçada de morte.

As denúncias envolviam vereadores, subsecretários e secretários – entre as denúncias, está o escândalo dos precatórios. Nesta época ocorreu a ruptura de Pitta com Maluf, passando Pitta a pertencer ao Partido Trabalhista Nacional. Como era de se esperar, Paulo Maluf “pulou fora do barco que estava afundando”.

Candidatou-se a deputado federal nas eleições de 2002 e nas de 2006 e não foi eleito.

Sua primeira prisão ocorreu quando foi depor na Comissão Parlamentar de Inquérito do Banestado, em 2004, por desacato à autoridade, ao discutir com o senador Antero Paes de Barros.

Sua segunda prisão ocorreu 2008, pois a Justiça Federal considerou Pitta culpado pelo “escândalo dos precatórios”, imputando-lhe uma pena de 4 anos de prisão. Foi preso pela Polícia Federal em 8 de julho, durante uma operação contra corrupção, desvio de verbas públicas e lavagem de dinheiro.Dois dias depois teve a prisão temporária afastada, após liminar do presidente do STF, Gilmar Mendes.

Sua terceira prisão foi decretada pelo juiz Francisco Antônio Bianco Neto, da 5ª Vara da Família da capital, que o condenou a prisão domiciliar por não pagar pensão alimentícia à ex-mulher Nicéia Camargo, no valor de R$ 155 mil. Por esse motivo, ficou foragido por duas semanas mas conseguiu habeas corpus na justiça para responder ao processo em liberdade

Abaixo estão as perolas de seu padrinho Paulo Maluf

“Se Pitta não for um grande prefeito, nunca mais votem em mim.”

Obs.: Sobre o ex-Prefeito Celso Pitta, então candidato à prefeitura de São Paulo, em 1996. [ Paulo Maluf ]

“Sou casado há 50 anos; moro na mesma casa há 42; e estou no mesmo partido há 38: sou um animal em extinção!”

“Quero ser Robin Hood.”

Obs.: Em 2000, então candidato ao PPB à prefeitura de São Paulo, prometendo isentar do IPTU 4 milhões de pessoas.

“Nem mesmo Juscelino Kubitschek foi tão injustamente investigado.” [ Paulo Maluf ]

“Não se pode comprar deputados. Porque eles saem por aí contando e você se desmoraliza com o eleitorado.” [ Paulo Maluf ]

“No Brasil, o político é veado, corno ou ladrão. A mim, escolheram como ladrão.” [ Paulo Maluf ]

“Tenho o rabo preso com a população de São Paulo.” [ Paulo Maluf ]

“Não me nego a responder, mas quero ver o processo e vamos resolver isso na Justiça.”

Obs.: Após depoimento que investigou um suposto envio ilegal de divisas do País para o exterior (2005). [ Paulo Maluf ]

“A carta é falsa. A letra não é minha.”

Obs.: Declarando que os documentos bancários enviados por autoridades da Suíça à Justiça brasileira seriam falsos (2005). [ Paulo Maluf ]

“No Julgamento Final, quando chegar perante Deus, e ele me perguntar o que você fez lá, naquele mundo terrestre. Eu vou dizer que, ajudado pelos meus amigos e pelo meu partido, eu fiz isso, isso e isso. Vou tomar uns dois meses de Deus contando o que eu fiz. Aí ele vai dizer: Maluf, seus pecados são pequenininhos. Fica uns dez minutos no purgatório e depois vai pro céu.” [ Paulo Maluf ]

“Já disse mil vezes e vou repetir democraticamente mais uma: não tenho conta na Suíça.” [ Paulo Maluf ]

“Nem Jesus Cristo no mundo conseguiu unanimidade. Mas eu consegui, graças a Deus, a maioria, 90% do partido está solidário comigo, pela nossa posição nas pesquisas e pelos serviços prestados.” [ Paulo Maluf ]

“Tanto não tenho contas no Exterior, que vou passar uma escritura – o primeiro que encontrar a conta, o dinheiro é dele. O primeiro que encontrar algum dinheiro na minha conta ou na conta da minha mulher, o dinheiro é dele.”

Obs.: Quando acusado de manter contas milionárias no exterior. [ Paulo Maluf ]

“Meus pecadinhos são muitos pequenos.” [ Paulo Maluf ]

“Dizem que prometo muito e faço pouco. Se eu prometo muito é porque faço muito.” [ Paulo Maluf ]

“Brasília é como uma colméia. Metade fica voando e metade fica fazendo cera.” [ Paulo Maluf ]

“Todo mundo sabe qual é o meu sonho. Não sou candidato a nada, mas sou candidato a tudo.” [ Paulo Maluf ]

“Se está com desejo sexual, estupra, mas não mata.”

Obs.: Na campanha para prefeito de São Paulo, em 1992. [ Paulo Maluf]

Minha opinião

Esperamos que pessoas como estas, não entrem mais na política para representar a população do Brasil, principalmente o seu padrinho por estar sempre em escândalos com dinheiro público.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: