Brasil segue com a marca de país corrupto

Fonte G1

O Brasil ocupa a 75ª melhor posição num ranking sobre percepção de corrupção divulgado nesta terça-feira (17) pela organização não-governamental Transparência Internacional. A lista, de 180 países, traz em 1º lugar a Nova Zelândia, país considerado menos corrupto.

O País subiu 5 posições em relação a 2008, diz Transparência Internacional.
Nota 3,7, em uma escala até 10, indica problema grave de corrupção.

O estudo sobre a percepção de corrupção dos países deu nota 3,7 ao Brasil, o que indica um problema grave de corrupção, segundo a entidade. As notas atribuídas pela Transparência vão de 0 (países vistos como muito corruptos) a 10 (considerados pouco corruptos), com base análises de especialistas e líderes empresariais de pelo menos dez instituições, entre elas Banco Mundial, Economist Intelligence Unit e Fórum Econômico Mundial.

Em relação ao estudo divulgado pela Transparência Internacional no ano passado, o Brasil subiu cinco posições no ranking. Em 2008, o Brasil teve nota 3,5, segundo a ONG.

Entre os países das Américas, o Brasil ficou com 12ª posição, ao lado de Peru, Colômbia e Suriname. O Canadá é o país com menor percepção de corrupção na região, ao mesmo tempo que o Haiti, país mais pobre das Américas, é o pior colocado no ranking regional.

“Entre os nove países que não conseguiram superar a nota 5 [na região] estão Brasil, Peru, Colômbia e México, economias importantes na região que deveriam se tornar fortalezas anticorrupção, mas têm sido atingidos por escândalos envolvendo impunidade, propinas, corrupção política”, afirma o relatório regional para as Américas da ONG.

No ranking geral, a Nova Zelândia (com nota 9,4) é vista como país menos corrupto, e a Somália (nota 1,1) é a nação com maior percepção de corrupção, de acordo com a Transparência

1º Nova Zelândia – 9,4 pontos
2º Dinamarca – 9,3 pontos
3º Cingapura – 9,2 pontos
Suécia – 9,2 pontos
5º Suíça – 9,0 pontos
6º Finlândia – 8,9 pontos
Holanda – 8,9 pontos
8º Austrália – 8,7 pontos
Canadá – 8,7 pontos
Islândia – 8,7 pontos
11º Noruega – 8,6 pontos
12º Hong Kong – 8,2 pontos
Luxemburgo – 8,2 pontos
14º Alemanha – 8,0 pontos
Irlanda – 8,0 pontos
16º Áustria – 7,9 pontos
17º Japão – 7,7 pontos
Inglaterra – 7,7 pontos
19º Estados Unidos – 7,5 pontos
20º Barbados – 7,4 pontos
21º Bélgica – 7,1 pontos
22º Qatar – 7,0 pontos
Santa Lucia – 7,0 pontos
24º França – 6,9 pontos
25º Chile – 6,7 pontos
Uruguai – 6,7 pontos
27º Chipre – 6,6 pontos
Estônia – 6,6 pontos
Eslovênia – 6,6 pontos
30º Emirados Árabes – 6,5 pontos
31º São Vicente e Granadinas – 6,4 pontos
32º Israel – 6,1 pontos
Espanha – 6,1 pontos
34º Dominica – 5,9 pontos
35º Portugal – 5,8 pontos
Porto Rico – 5,8 pontos
37º Botsuana – 5,6 pontos
Taiwan – 5,6 pontos
39º Brunei Darussalam – 5,5 pontos
Omã – 5,5 pontos
Coreia do Sul – 5,5 pontos
2º Mauritius – 5,4 pontos
43º Costa Rica – 5,3 pontos
Macau – 5,3 pontos
45º Malta – 5,2 pontos
46º Bahrein – 5,1 pontos
Cabo Verde 5,1 pontos
Hungria – 5,1 pontos
49º Butão – 5,0 pontos
Jordânia – 5,0 pontos
Polônia – 5,0 pontos
52º República Tcheca – 4,9 pontos
Lituânia – 4,9 pontos
54º Seicheles – 4,8 pontos
55º África do Sul – 4,7 pontos
56º Letônia – 4,5 pontos
Malásia – 4,5 pontos
Namíbia – 4,5 pontos
Samoa – 4,5 pontos
Eslováquia – 4,5 pontos
61º Cuba – 4,4 pontos
Turquia – 4,4 pontos
63º Itália – 4,3 pontos
Arábia Saudita – 4,3 pontos
65º Tunísia – 4,2 pontos
66º Croácia – 4,1 pontos
Geórgia – 4,1 pontos
Kuwait – 4,1 pontos
69º Gana – 3,9 pontos
Montenegro – 3,9 pontos
71º Bulgária – 3,8 pontos
República da Macedònia – 3,8 pontos
Grécia – 3,8 pontos
România – 3,8 pontos
75º Brasil – 3,7 pontos
Colômbia – 3,7 pontos
Peru – 3,7 pontos
Suriname – 3,7 pontos
79º Burkina Fasso – 3,6 pontos
China – 3,6 pontos
Reino da Suazilândia – 3,6 pontos
Trinidad e Tobago – 3,6 pontos
83º Sérvia – 3,5 pontos
84º El Salvador – 3,4 pontos
Guatemala – 3,4 pontos
Índia – 3,4 pontos
Panamá – 3,4 pontos
Tailândia – 3,4 pontos
89º Lesoto – 3,3 pontos
Malawi – 3,3 pontos
México – 3,3 pontos
Moldova – 3,3 pontos
Marrocos – 3,3 pontos
Ruanda – 3,3 pontos
95º Albânia – 3,2 pontos
Vanuatu – 3,2 pontos
97º Libéria – 3,1 pontos
Sri Lanka – 3,1 pontos
99º Bósnia-Herzegovina – 3,0 pontos
República Dominicana – 3,0 pontos
Jamaica – 3,0 pontos
Madagascar – 3,0 pontos
Senegal – 3,0 pontos
Tonga – 3,0 pontos
Zâmbia – 3,0 pontos
Minha Opinião
Os números monstraram que nosso jeitinho brasileiro trazem gráficos que fingimos desconhecer.
O suborno precisa ser combatido lembre-se que nem sempre vamos ganhar, e dinheiro sempre irá mandar comprar  algo, que será conquistado de sem seu suor, com o falso desejo de conquista.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: